funções do forno funções do forno

Quais são as diferentes funções de um forno e como usar cada uma?

4 minutos para ler
Dia das Mães

Você realmente sabe quais as diferentes funções do forno e como usá-las no dia a dia? Sabemos que na correria o que vale é ter o alimento preparado.

Mas quem gosta de cozinhar sabe que, para extrair o melhor das características dos alimentos, quanto à crocância, maciez, umidade e sabor, ou seja, para que a experiência gastronômica seja inigualável, é preciso usar adequadamente as funções do forno e saber qual o tempo necessário para a cocção dos produtos, conforme suas especificidades.

Por isso, neste artigo explicamos detalhadamente as funções do forno, para que você não tenha nenhuma dúvida sobre qual delas programar enquanto faz uma lasanha ou um assado em casa para os seus convidados. Vamos lá?

Aquecer

O aquecimento do forno acontece em função das resistências, geralmente localizadas na parte superior e inferior do forno. Quando elas são usadas simultaneamente, é possível contemplar o método de cozimento convencional.

Nesse método, o calor é transferido para o centro do forno por meio da condução natural, o que faz com que a temperatura dos alimentos seja mais uniforme, assim como todo o processo de cocção.

Aquecimento inferior

É fácil identificar o aquecimento inferior, já que ele acontece graças a uma resistência que pode ser encontrada na parte de baixo do forno. Com a resistência nesse local, o aquecimento ficar mais concentrado na base dos preparos e é ideal para cozinhar alimentos em banho-maria ou pudins, por exemplo.

Aquecimento superior

Nesse tipo de aquecimento a resistência localizada na parte superior do forno gratina ou doura, principalmente, a superfície dos alimentos. Por isso a função é recomendada para dar acabamento em lasanhas, por exemplo.

Descongelar

O forno também tem a função de descongelar. Nesse processo o ar circula com a temperatura ambiente dentro do forno, ao redor do alimento, para acelerar o processo de descongelamento dos alimentos mais delicados, que liberam muita água durante a cocção, como peixes e aves.

Grelhar, dourar ou gratinar

O grill é uma resistência elétrica instalada na parte superior, dentro do forno, e emite uma radiação infra-vermelha especialmente para gratinar, dourar ou grelhar os alimentos.

Quando usado juntamente com a resistência superior, o alimento fica assado e dourado simultaneamente, uma vez que pode ocorrer de o alimento ter a aparência de assado mas ficar cru por dentro. Essa combinação de funções é indicada, principalmente, para o acabamento superficial de alimentos maiores, que exigem uma potência maior do forno.

Já quando o grill é combinado com a função de aquecimento inferior, operacionalizada pela resistência inferior do forno, o cozimento acontece de forma mais prolongada. Esse processo é indicado para peças grandes de alimentos, como carnes e peixes, pelos quais é necessário efetivar o cozimento interno adequado, mas também obter o efeito da gratinação.

Cozimento por convecção

Os fornos mais modernos têm a tecnologia de convecção, formada por uma resistência circular e um ventilador que, quando usados simultaneamente, criam um fluxo de ar quente ao redor dos alimentos para garantir homogeneidade ao processo de cozimento.

Essa função garante uma melhor distribuição de calor dentro do forno, o que uniformiza a temperatura em todas as partes do alimento e ainda agiliza o tempo de preparo. É a escolha ideal quando é necessário usar mais de uma prateleira do forno simultaneamente.

No forno combinado é possível fazer ajustes no temporizador e escolher a melhor forma de cozimento dentre todas essas funções de forno, para que o ponto de cocção e o grau de cozimento sejam controlados automaticamente.

Agora você pode fazer vários tipos de alimentos sem se preocupar com o resultado, pois sabe que sempre acertará o ponto de cocção. Assine nossa newsletter e fique atento a mais dicas para você fazer sucesso na cozinha!

Posts relacionados

Deixe um comentário